Região Metropolitana de Belo Horizonte

Investigações apontam que universitário foi morto durante assalto na capital

Foto: Divulgação/PCMG

Três jovens com extenso histórico envolvendo crimes de roubo e furto, sobretudo de celulares, foram detidos pela Polícia Civil em virtude do latrocínio do estudante de Medicina Veterinária Gabriel Araújo de Oliveira, de 21 anos. O universitário foi morto na noite do dia 06 de fevereiro deste ano, durante um assalto, ocorrido no bairro São Gabriel, na capital.

A vítima foi atingida por um disparo de arma de fogo no tórax, lesionando os pulmões e o coração. Gabriel ainda foi socorrido por uma guarnição da Polícia Militar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Roberth Martins da Silva, de 20 anos, e Marcos Flávio de Oliveira Souza, de 18, foram detidos em cumprimento de mandado de prisão temporária (posteriormente convertida para preventiva), e o adolescente, de 17 anos, também foi apreendido pelo crime.

“No dia dos fatos, por volta das 20h30, a vítima havia saído de uma quadra de futebol, ocasião em que caminhava pela rua mexendo em um aparelho celular. Nesse momento, os indiciados, em duas motos, abordaram a vítima anunciando o assalto. Gabriel, de acordo com testemunha, teria resistido em entregar o aparelho celular”, conta o delegado que coordena as investigações, Emerson Morais.

Durante apuração do crime, Roberth e o adolescente apresentaram álibis à polícia que não foram confirmados. Já Marcos, alegou não lembrar onde estava no momento do assassinato.

“Os indiciados atribuem a autoria do crime ao adolescente, enquanto que o menor atribui a autoria do crime aos indiciados, entretanto, testemunhas ouvidas no curso das investigações apontaram a autoria do crime aos três envolvidos”, concluiu Morais.

Em razão do assassinato do estudante, Roberth e Marcos foram indiciados por latrocínio e corrupção de menor. Já o adolescente, irá responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Perfil dos suspeitos
Cerca de duas horas antes da apreensão, no dia 8 de março, o adolescente envolvido na morte de Gabriel teria participado de outro crime: o assalto a uma carga de carne suína, ocorrido no Anel Rodoviário. A carga, avaliada em aproximadamente R$ 10 mil, foi encontrada em posse do rapaz. Com o adolescente, a Polícia apreendeu também um carro roubado.

Ainda durante investigação policial, apurou-se que Roberth teria participado de um assalto ocorrido em um ponto de ônibus, em 2015. Junto com Marcos, adolescente à época dos fatos, Roberth chegou ao local do crime, em um carro roubado, e anunciou o assalto às pessoas que estavam no ponto de ônibus. Em 2016, Roberth foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão pelo crime, ficando pouco mais de um ano detido. No fim do ano passado, contemplado pelo indulto de Natal, o suspeito foi liberado e não mais retornou ao sistema prisional.

Já o suspeito Marcos, no momento da prisão, foi surpreendido em posse de duas câmeras fotográficas procedentes de um assalto ocorrido em uma residência, no bairro Celso Machado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top